Escolha uma Página

A celulite tem o aspecto de “casca de laranja” e é motivo de incômodo e insatisfação com o próprio corpo. Até 95% das mulheres tem celulite, principalmente em fases sujeitas a alterações hormonais como a puberdade, gravidez e uso de pílulas anticoncepcionais. A queixa mais comum está relacionada à estética. A preocupação é a busca de uma solução para o problema.
Não se conhece as causas que dão origem à celulite porém a predisposição hereditária, alterações enzimáticas e hormonais são responsáveis pela diminuição da quebra das células gordurosas ou o aumento do seu volume.
As regiões mais atingidas pela celulite são aquelas em que há maior acúmulo de gordura: abdome, quadris, culotes, nádegas, coxas e pernas.
Como a celulite se forma?
Nosso corpo possui células gordurosas, os adipócitos, que têm a função de acumular energia sob a forma de gordura para ser usada quando preciso. Estas células estão localizadas na camada mais profunda da pele, a hipoderme. Nas mulheres, as fibras da hipoderme se ligam à superfície como se fosse um colchão de molas. Essas ligações fibrosas repuxam a pele para baixo dando o aspecto de “furinhos”, característico da celulite.
Fatores como hereditariedade, alterações hormonais e enzimáticas, em conjunto, alteram a circulação e causam o acúmulo de líquidos e proteínas nas células de gordura, provocando uma irregularidade no tecido subcutâneo, modificando a superfície da pele, criando o efeito “casca de laranja”.
Quando a celulite está associada à obesidade, aparece mais. O aumento das células gordurosas acentua o repuxamento das fibras. Se o acúmulo de gordura é excessivo, ele pode comprimir vasos sanguíneos e linfáticos criando edema (inchaço) e fibrose. Quando isso ocorre, a celulite se torna mais grave, formando áreas endurecidas e nodulares. Em alguns casos ocorre inflamação e dor local.
Existe tratamento para a celulite?
A celulite não tem cura definitiva mas pode melhorar quando o tratamento incluir mudanças dos hábitos de vida.
O Ácido L-Poliláctico (PLLA) comercialmente conhecido como Sculptra tem sido um excelente tratamento para a celulite. É seguro pois é reabsorvido pelo organismo com o passar do tempo.
O Sculptra ativa a produção de colágeno, aumentando a espessura da pele, suavizando a celulite.
O efeito se prolonga geralmente por dois anos.
Saiba mais sobre o Sculptra clicando aqui.
A celulite é uma característica natural das mulheres portanto ela não pode ser totalmente evitada. As dicas a seguir auxiliam no controle da celulite:

  • Evite estar acima do seu peso ideal pois a obesidade piora a celulite. Dietas milagrosas não existem. A reeducação alimentar pode necessitar de ajuda profissional, o que auxilia na mudança de hábitos que levam ao aumento do peso;
  • Para queimar calorias e evitar o acúmulo de gorduras, você precisa de atividade física. Escolha o exercício que você mais gostar (caminhar ao ar livre, pedalar, fazer ginástica, etc), um deles vai se encaixar no seu ritmo de vida;
  • Cuide do emocional pois o stress desequilibra o organismo diminuindo a vontade de se exercitar e muitas vezes, a alimentação inadequada é um refúgio à ansiedade. Aumente o contato com a natureza e cultive o lazer ao ar livre;
  • Não fume! O cigarro dificulta a circulação do sangue, aumentando a retenção de toxinas e dificultando a oxigenação dos tecidos;
  • Beba bastante água: estimula a função renal e a eliminação de toxinas;
  • Cuidado com o sal, ele aumenta a retenção de líquidos no organismo. Controle especialmente o sal do saleiro usado à mesa.

Classificação da celulite:
Grau 1 – os furinhos são percebidos somente quando a pele é comprimida. É muito comum nas adolescentes e pode aparecer até mesmo nas crianças.
Grau 2 – os furinhos são percebidos sem que seja necessário comprimir a pele. Ao passar a mão sobre a pele, já se percebe uma ondulação e é possível sentir alguns nódulos.
Grau 3 – os nódulos são bastante perceptíveis e têm consistência endurecida, demonstrando que já ocorreu formação de fibrose. Pode haver dor local.

Open chat